Do Supremo

ADI

STF: relator quer urgência na ação do PT contra a ‘Força-Tarefa de Inteligência’

Fux adotou rito abreviado na ADI que questiona decreto de Temer que criou grupo para enfrentar crime organizado

CSLL
Foto: Roberto Jayme/ Ascom/TSE

Na qualidade de relator, o ministro Luiz Fux, adotou rito abreviado para o julgamento em caráter definitivo, pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), da ação ajuizada pelo Partido dos Trabalhadores a fim de que seja declarado inconstitucional o decreto do presidente Michel Temer que instituiu uma “força-tarefa de inteligência” com o objetivo de atuar […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.