Salvo Melhor Juízo

Estudo

Podcast ‘Salvo Melhor Juízo’: Pensamento Ameríndio com Orlando Calheiros

Programa recebe antropólogo, que conviveu com povos índigenas, para desvendar o funcionamento da filosofia ameríndia

Podcast ‘Salvo Melhor Juízo’, pensamento ameríndio
Divulgação

É muito comum se escutar a frase “ubi societa ibi ius” [se há sociedade, há direito] nas faculdades. Mas será que ela faz realmente sentido? Essa tentativa de transformar o fenômeno jurídico em um evento universal pode se transformar em uma armadilha de imposição de padrões e formatos ocidentais em outras sociedades.

Os estudos de etnologia ameríndia desenvolvidos na América do Sul, e especialmente no Brasil, foram responsáveis por uma revolução epistemológica que abriu inovadoras possibilidades de interpretação das sociedades ameríndias por elas mesmas, e assim, muitos conceitos e interpretações tiveram de ser revistos.

No programa de retorno das férias o SMJ teve o prazer de entrevistar Orlando Calheiros*, antropólogo com longa convivência com povos indígenas brasileiros para desvendar o funcionamento da filosofia ameríndia.

Ouça:

=========
Indicado no programa:
A sociedade contra o Estado – Pierre Clastres
A inconstância da alma selvagem – Eduardo Viveiros de Castro
A queda do céu – Davi Kopenawa e Bruce Albert
Ideias para adiar o fim do mundo – Ailton Krenak
==========
Comentários, sugestões, críticas: contatosalvomelhorjuizo@gmail.com
Twitter: @SMJPodcast
Facebook: www.facebook.com/salvomelhorjuizo/
Instagram: @salvomelhorjuizo
Assine o Feed: feeds.feedburner.com/salvomelhorjuizo
Compartilhe, divulgue, ajude-nos nesse projeto!
Agora o SMJ faz parte da rede de podcasts AntiCast! Acesse: www.anticast.com.br
Acesse o PADRIM do SMJ e contribua: www.padrim.com.br/salvomelhorjuizo
========

*Orlando Calheiros é antropólogo, fotógrafo e podcaster. Mestre e doutor em Antropologia no Museu Nacional/UFRJ, realizou trabalho de campo com várias populações indígenas, com destaque para seus estudos com os Aikewara. É host do podcast Benzina. Atuou na Comissão Nacional da Verdade, investigando os eventos da Guerrilha do Araguaia.

Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito