Jazz

Jazz

Saxofonista Oliver Lake reverencia Ornette Coleman em Ode to O

Cornetista Graham Haynes é o outro ‘sopro’ do quarteto sem piano

Oliver Lake / Crédito: Andy Newcombe/CC

Ode To O (TUM Records) é o segundo álbum do quarteto OGJB, assim batizado com a junção das letras maiúsculas dos primeiros nomes de seus integrantes, todos eles músicos notáveis do ainda chamado “jazz de vanguarda”: Oliver Lake (sax alto), 79 anos; Graham Haynes (corneta), 61; Joe Fonda (baixo), 67; e Barry Altschul (bateria, percussão), 79. O mais idoso e proeminente dos quatro é Oliver Lake, que foi sócio-fundador, na década de 1970, do inesquecível World Saxophone Quartet, ao lado de David Murray, Julius Hemphill e Hamiet Bluiett. Com […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.