Opinião & Análise

O que fazer com as ossadas paulistanas?

Por que não temos formas respeitosas para lidar com as ossadas de pessoas vulneráveis em sua morte, enterradas como indigentes?

Esqueletos na Capela dos Ossos (Évora, Portugal). Wikimedia commons

“Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”. Com esta inscrição, a estranha Capela dos Ossos em Évora, Portugal, recebe seus visitantes. Ornada por 5 mil ossos humanos, a capela construída no século XVII resolveu o problema da acomodação das ossadas que ocupavam 42 cemitérios monásticos, localizados em espaços que poderiam ter outra finalidade. Passados […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.