Blog

tecnologia

JOTA anuncia captação de investimentos de R$ 6,8 milhões

Aporte de recursos tem como objetivo profissionalizar a máquina de crescimento, além de reforçar equipes

JOTA
Redação de São Paulo do JOTA - Crédito: divulgação

O JOTA acaba de anunciar uma rodada de captação de investimentos de R$ 6,8 milhões liderada pela Astella Investimentos. O aporte de recursos tem como objetivo profissionalizar a máquina de crescimento da startup, além de reforçar as equipes de tecnologia e de produto –  a partir da ampliação de seu laboratório de ciência de dados, o JOTA Labs.

O grupo de fundadores da empresa inclui Felipe Seligman (hoje responsável pela área de crescimento), Felipe Recondo (análise), Laura Diniz (conteúdo), Marc Sangarné (CEO) e Fernando Mello (JOTA Labs).

O time do JOTA acredita que a falta de previsibilidade das instituições é um empecilho para que o país alcance seu pleno potencial. Essa falta de previsibilidade pode ser notada diariamente, por meio de decisões de instituições públicas pouco transparentes, mas que afetam fortemente o mercado e geram insegurança jurídica para quem atua no Brasil.  

Foi a partir disso que a startup nasceu em 2014. Inicialmente focada em cobrir jornalisticamente o Poder Judiciário, o JOTA apostou em um modelo de assinaturas corporativas, que buscavam o acompanhamento de temas de alto impacto institucional e financeiro, que recebiam pouca atenção dos veículos da imprensa tradicional ou eram tratados de forma superficial e simplificada.

Aos poucos, por meio do feedback constante de sua base de assinantes, o JOTA expandiu sua área de cobertura e análise para outros Poderes, como o Legislativo e o Executivo, buscando oferecer análises e informações quentes, com destaque para fatos e dados que realmente importam.  

A transformação segue ocorrendo. De uma “puro sangue jornalístico”, focada em temas jurídicos, a startup vem se transformando para se tornar uma empresa Saas (Software as a Service), com o objetivo de oferecer cada vez mais serviços de análise, inteligência de dados e construir cenários mais previsíveis a seus assinantes.

De acordo com o CEO da empresa, Marc Sangarné, “o salto é necessário porque a leitura das instituições não é mais plena com acesso apenas a documentos e entrevistas. Diante de cenários cada vez mais complexos, a compreensão dos fatos, necessariamente, tem de passar pela construção de modelos preditivos, a partir da exploração de grandes quantidades de dados públicos, com o uso de ferramentas de ponta, como análise estatística, machine learning e inteligência artificial”.

Para Laura Constantini, sócia e co-fundadora da ASTELLA, o time do JOTA reúne todas as características necessárias para se adequar à tese de investimento do fundo. “O JOTA nasceu com um propósito claro e o time é complementar, ágil e disposto a aprender. Nós investimos em pessoas e sentimos em todos um sonho comum de gerar impacto positivo na área em que atuam a partir do uso de tecnologia”.

O JOTA

O JOTA é uma empresa de jornalismo e tecnologia que fornece soluções de informação e ciência de dados sobre as instituições públicas brasileiras. Fundada em 2014, tem como missão tornar as instituições mais previsíveis. A empresa oferece aos assinantes as informações e as análises mais assertivas para subsidiar a tomada de decisões estratégicas.

A Astella

A Astella é um fundo de investimentos em Venture Capital brasileiro com foco em empresas nos estágios “Seed” e Série A. Fundada em 2008, e atualmente em seu terceiro fundo, a Astella investe em empreendedores talentosos e ousados, movidos por um propósito, e que usam a tecnologia para criar novos negócios, soluções e categorias de mercado que vão mudar o futuro do Brasil.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito