Miguel Gualano de Godoy

Membro do Centro de Estudos da Constituição (CCONS/UFPR). Mestre e Doutor em Direito Constitucional pela UFPR. Pós-doutorando pela Faculdade de Direito da USP. Autor dos livros: Devolver a Constituição ao Povo: crítica à supremacia judicial e diálogos institucionais (Ed. Fórum, 2017); Caso Marbury v. Madison: uma leitura crítica (Ed. Juruá, 2017); Constitucionalismo e Democracia: uma leitura a partir de Carlos Santiago Nino e Roberto Gargarella (Ed. Saraiva, 2012). Ex-assessor de Ministro do STF. Advogado.

Greve dos caminhoneiros e STF como 1ª instância: riscos da ADPF como suprema ação possessória

É correto transformar o Supremo em única instância de uma demanda possessória?

Sessão plenária do STF. Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF (11/04/2019)

Últimas Notícias

  1. retrospectiva 2018
    Paralisação dos caminhoneiros na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro.Foto Tânia Rêgo/Agência Brasil

    Supra

    STF e tabelamento do frete: perigos da suspensão prematura da jurisdição

    Rota de saída do imbróglio parece passar pelo resgate de um Supremo colegiado

    ,

  2. Os ministros, Marco Aurélio Mello, Luiz Fux, e Alexandre de Moraes, participam de sessão plenária extraordinária no STF. Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas

    Supra

    Nos 30 anos da Constituição, o Supremo contra o processo

    Ministros do STF insistem em dar decisões cautelares monocráticas em ADIs

  3. ministros do STF
    Plenário do Supremo. Foto: Nelson Jr./SCO/STF (17/10/2018)

    Supra

    Mais um passo para um Supremo monocrático

    A irrecorribilidade da decisão que não admite o ingresso de Amicus Curiae

  4. aborto
    Crédito Marcelo Camargo/Agencia Brasil

    STF

    Audiência pública sobre aborto foi um ‘teatro armado’?

    Pesquisa empírica indica que audiências públicas, de fato, impactam nas decisões dos ministros do Supremo

  5. Em palestra, Fux tratou das fake news. Foto: Gervasio Baptista/SCO/STF

    STF

    O Supremo e o tabelamento do frete: é possível conciliação em ADIn?

    Atuações dialógicas do Supremo, decisões conciliadas, acordos, devem ser alentados. No entanto, possuem limites

  6. Brasília - Os ministros Rosa Weber e Dias Toffoli durante sessão plenária do STF para julgar o habeas corpus do ex-ministro Antônio Palocci (Valter Campanato/Agência Brasil)

    STF

    Uma ode ao Direito Processual Constitucional

    O voto da ministra Rosa Weber no habeas corpus de Lula (e um diálogo com o Prof. Conrado Hübner Mendes)

    ,

Recomendados

Justiça

Carreira

Tributário

Legislativo

Coberturas Especiais

Trabalho

Colunas

Artigos