Mário H. Jorge Jr.

pesquisador do grupo Estudos de Crimes Organizacionais e integra o projeto Crime Corporativo e Corrupção Sistêmica no Brasil (DFG-FAPESP), no Max-Weber-Institut für Soziologie da Universidade de Heidelberg. Advogado, mestre em Direito pela Universidade de Augsburg e doutorando em Direito pela Humboldt-Universität zu Berlin.

Revistas científicas predatórias, Open Access e a ciência orientada pela quantidade

Perigos na indústria de publicações acadêmicas e o dilema qualidade versus quantidade

Crédito: Pixabay

Últimas Notícias

  1. Sede de Munique da TÜV Süd em junho de 2018. Wikimedia commons

    Corporate Crime Stories

    TÜV SÜD e Vale – deslizes individuais ou desvio organizacional?

    JOTA estreia seção sobre crimes corporativos

    ,

Recomendados

eleições 2020

Aprovômetro

Reforma tributária

reforma administrativa

LGPD

Regulação

Casa JOTA

TJSP