Floriano de Azevedo Marques Neto

Professor titular de Direito Administrativo e diretor da Faculdade de Direito da USP.

Ludismo judicial e o reconhecimento facial em serviços públicos

Decisões têm de analisar consequências, não barrar tecnologias com temores vagos

reconhecimento facial
Metrô de São Paulo. Crédito: Flickr

Últimas Notícias sobre

  1. agências reguladoras
    Fachada do edifício-sede da Anvisa. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    publicistas

    Autonomia das agências reguladoras e superávit democrático

    Agências independentes fazem parte do arcabouço institucional da democracia

  2. setor ferroviário concorrência
    Crédito: Agência Brasil

    Publicistas

    Quem tem medo da concorrência nas infraestruturas públicas?

    Abertura do setor ferroviário mostra a complexidade da competição

  3. reforma; pec da permuta
    Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão conjunta do Congresso Nacional / Crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado

    Publicistas

    A Lei da Improbidade tem de mudar

    Texto vigente combate a gestão pública, não a corrupção

  4. livro; procuradores
    Foto: Edson Santos/Câmara dos Deputados
  5. voto impresso
    Deputado Arthur Lira em sessão em junho. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

    Publicistas

    Impeachment: o poder se julga Cronos, mas é Hipnos

    Inação do presidente da Câmara faz refletir sobre a responsabilidade no silêncio positivo

  6. Crédito: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

    Publicistas

    Leis que pegam, leis que não pegam

    Sucesso da nova LINDB e ineficácia da Lei de Liberdade Econômica mostram inutilidade de opções legislativas apenas axiológicas

  7. TCU
    Complexo do TCU, em Brasília. Crédito: Flickr

    Publicistas

    Pau que bate em Chico, deveria coçar Francisco

    Ao criticar a atuação da CVM, o TCU oferece boas trilhas para reflexão crítica sobre si próprio

  8. Crédito: Pexels

    Judiciário

    Sobre dinheiro, decisão e arte

    Quando a realidade demonstra que a supremacia do interesse público é inservível

  9. Foto: Lúcio Bernardo Jr. / Agência Brasilia

    Publicistas

    Isonomia socorre aos que dormem?

    Visão plana do princípio da isonomia acaba por desincentivar inovação e aperfeiçoamento na gestão pública

  10. Foto: Arison Jardim/SecomAcre

    Publicistas

    Há futuro para o saneamento?

    Novo marco legal tenta superar estagnação causada por impasses jurídicos e irracionalidade administrativa

Recomendados

wikijota

Blog

Eleições 2022

Casa JOTA

TJSP

Jotinhas

Reforma tributária

Regulação