Trabalho

DISCRIMINAÇÃO

Justiça condena shopping a indenizar ex-funcionária obrigada a retirar dreads

Por unanimidade, 6ª Turma do TRT da 4ª Região entendeu que mulher foi vítima de discriminação por parte de sua supervisora

Dreads: Justiça do Trabalho entendeu que mulher foi discriminada por usar dread
Justiça do Trabalho entendeu que mulher foi discriminada por usar dread / Foto: nappy

Por unanimidade, a 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4) condenou a Porto Shop S.A., de Porto Alegre, a pagar indenização por danos morais de R$ 10 mil uma ex-funcionária, que trabalhava como fiscal de higienização, por ter sido vítima de discriminação racial ao ser obrigada a retirar seus dreads por […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.