Trabalho

novo CPC

Futuro presidente do TST critica escritório que desiste da ação para fugir de multa

Ministro Ives Gandra Martins Filho acionou OAB contra banca de Minas Gerais

@flickr/TRT14

O futuro presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra Martins Filho, usou a sessão desta segunda-feira (15/02) do Órgão Especial da Corte para criticar a desistência de processos que considera meramente protelatórios. O procedimento, segundo o magistrado, é utilizado por um escritório de Minas Gerais, que desistiria de recursos para se livrar de […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.