Saúde

Com avanço de casos

Ministério da Saúde promete envio de mais 6 milhões de testes de Covid-19 a cidades

Consórcio que reúne 2,1 mil cidades acionaram Pasta para solicitar ajuda diante do aumento de casos de Covid-19

Testagem para a Covid-19 - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde prometeu distribuir aos municípios, na próxima semana, mais 6 milhões de testes do tipo antígeno de um total de 30 milhões para janeiro. O anúncio foi feito após o Consórcio Conectar – maior consórcio público de saúde do país, com 2,1 mil cidades – encaminhar à Pasta um ofício em que pede ajuda com estruturas de testagem para a Covid-19, apoio ambulatorial e medicamentos antigripais, diante do avanço do número de casos.

A previsão de envio de testes foi passada pelo secretário-executivo do ministério, Rodrigo Cruz, ao presidente do Conectar e prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, durante reunião na noite desta quinta-feira (6/1). Na avaliação feita pelo secretário-executivo, os próximos 15 dias serão críticos com o aumento do contágio no Brasil por conta da variante Ômicron e outras doenças respiratórias como a Influenza.

Outra demanda dos prefeitos era por medicamentos como o Tamiflu. A informação passada por Cruz é de que os produtos já estão sendo providenciados pelo Ministério por meio de contrato com a BioManguinhos. (Leia o ofício enviado pelo Consórcio ao Ministério da Saúde)

No documento enviado no final da tarde de quarta-feira (5/1) ao secretário-executivo do Ministério da Saúde, o Consórcio alegou que o avanço de casos “tem onerado sobremaneira os serviços de atendimento ambulatorial”. O pedido é por reforço no envio de testes de antígeno e suporte com estruturas fixas e móveis de testagem, na forma de equipamentos ou no financiamento para a contratação de equipes temporárias.