Mercado

Colegiado

Flávia Perlingeiro, advogada do BNDES, é indicada para diretoria da CVM

Profissional, que passou pelo Ulhoa Canto antes do banco, é a primeira indicação de Guedes para o regulador do mercado

Crédito: Divulgação CVM

O ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou a advogada Flávia Martins Sant’Anna Perlingeiro para exercer o cargo de diretora na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), conforme publicação no Diário Oficial da União desta quinta-feira (14/2). Seu nome ainda precisa ser aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, onde será sabatinada, e depois pelo plenário da Casa, o que deve acontecer sem dificuldades.

Crédito: LinkedIn

Flávia Perlingeiro estava na área jurídica do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desde novembro de 2012. Antes, trabalhou no Ulhôa Canto, Rezende e Guerra Advogados, entre julho de 1993 a 2010, além de ter tido experiência internacional de um ano no Cleary Gottlieb Steen & Hamilton LLP, entre 1996 e 1997.

Como de costume, o nome foi indicado ao ministro Paulo Guedes pelo presidente da CVM, Marcelo Barbosa. Essa é a primeira indicação do chefe da pasta da Economia para a autarquia reguladora do mercado de capitais.

No Ulhôa, onde entrou como associada e depois se tornou sócia, ela atuava nas áreas de Direito Bancário, Mercado de Capitais e Project Finance, se destacando principalmente ao estruturar financiamentos para projetos de infraestrutura. Além disso, assessorou grandes instituições financeiras, tanto nacionais quanto internacionais.

De acordo com pessoas que trabalharam com Flávia nos últimos anos, tanto no BNDES quanto nos escritórios, trata-se de uma profissional dedicada e “muito disciplinada”.

“Bastante completa, consegue transitar tanto nos aspectos financeiros, na essência econômica da estruturação de operações, somado a um conhecimento das peculiaridades jurídicas bancárias e do mercado”, falou uma fonte próxima à indicada.

Formada em Direito pela PUC-RJ em 1993, Flávia será a primeira mulher a ocupar uma cadeira na diretoria da CVM desde a saída da advogada Luciana Dias, em 31 de dezembro de 2015.

Agora, terá como companheiros no dia a dia os outros quatro membros do colegiado da CVM: os advogados Gustavo Machado Gonzalez, Henrique Machado e o presidente Marcelo Barbosa, além do economista Carlos Rebello.

Aprovada pelos senadores, Flávia Perlingeiro cumprirá mandato no regulador do mercado de capitais até 31 de dezembro de 2023.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito