Concorrência

CADE

Cade nega recurso da Tim e aprova compra da Nextel pela Claro

Operação, avaliada em mais de R$ 3 bilhões, já havia recebido aval da Superintendência-Geral

Foto: Montagem/Divulgação

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou recurso interposto pela Tim e aprovou, sem restrições, a compra da Nextel pela Claro, avaliada em R$ 3,47 bilhões.

A operação já havia sido aprovada pela Superintendência-Geral do Cade, mas foi contestada pela concorrente. Segundo a Tim, a conclusão da operação desequilibraria o mercado brasileiro, uma vez que a Claro iria acumular grande quantidade de faixas de radiofrequência.

O conselheiro-relator do ato de concentração, Sérgio Ravagnani, entendeu que as condições de rivalidade existentes no mercado são suficientes para afastar preocupações concorrenciais.

“Mesmo nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, onde a atuação da Nextel é mais relevante. O entendimento foi seguido por unanimidade/maioria do Tribunal”, informou o Cade.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito