Do Supremo

STF

Toffoli vota para anular delação de Sérgio Cabral

Ministro foi citado na delação. Antes do voto de Toffoli, já havia maioria para anular homologação de acordo

STF ao vivo direito ao esquecimento
Ministro Dias Toffoli preside sessão da 1ª turma realizada por videoconferência / Crédito: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu o sétimo voto para anular decisão do ministro Edson Fachin que, no ano passado, homologou a delação de Sergio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro. O voto veio após o tribunal formar maioria para anular a colaboração premiada. No início do mês, a Polícia Federal […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.