Do Supremo

Justiça eleitoral

STF define lista tríplice para vaga de ministro substituto no TSE

Os advogados Daniela Teixeira, Marçal Justen Filho e Carlos Velloso Filho são os indicados

partido; PT; TSE
Sessão plenária do TSE. Foto: flickr/tsejusbr

O Supremo Tribunal Federal definiu, nesta quarta-feira (26/6), a lista tríplice para preenchimento de vaga no Tribunal Superior Eleitoral. Foram indicados os nomes dos advogados Daniela Teixeira, Marçal Justen Filho e Carlos Velloso Filho.

Tradicionalmente, compõem a lista ministros substitutos do TSE e advogados  mais antigos indicados. O presidente da República pode indicar qualquer um dos nomes da lista, não importando a quantidade de votos.

Daniela teve dez votos, Marçal nove e Velloso teve oito votos. Um dos três vai preencher posição de ministro substituto que está vaga no TSE, já que o ministro Sérgio Banhos, que era substituto, foi alçado à ministro titular após indicação do presidente Jair Bolsonaro.

Após Banhos, Bolsonaro indicou também Tarcísio Vieira de Carvalho, que foi reconduzido para mais um mandato no TSE. Caso Daniela seja indicada, a presidente do TSE, Rosa Weber, passará a não ser mais a única mulher na Corte eleitoral.

Mais votada, Daniela Teixeira é vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil e já entrou em embate com Bolsonaro em comissão da Câmara dos Deputados que tratava sobre a violência contra a mulher em 2016.

Na ocasião, Daniela citou em seu discurso o inquérito contra Bolsonaro, então deputado, em que foi acusado de incitação ao crime de estupro, por dizer que não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela “não merece” e disse que, caso fosse culpado, deveria ser punido. Bolsonaro chegou a interromper o discurso de Daniela.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito