Do Supremo

Ato discricionário

STF decide se regra mais branda de indulto pode atingir crime do colarinho branco

Ministros temem pressão do Planalto para derrubar veto a benefício para condenado por corrupção e lavagem de dinheiro

refis do funrural Temer processou Cid Gomes
Foto: Cesar Itiberê/PR

O Supremo Tribunal Federal deve decidir nesta quarta-feira (28/11) se podem ser beneficiados pelo indulto de Natal condenados pelos chamados crimes do colarinho branco, como corrupção, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa. O plenário deve julgar a ação direta de inconstitucionalidade 5874, da Procuradoria-Geral da República, que questiona os termos do decreto de indulto […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.