Do Supremo

STF

Rosa Weber nega pedido para suspender votação presencial para presidência da Câmara

Em mandado de segurança, PDT pediu que parlamentares do grupo de risco pudessem votar de forma remota

Aprovômetro previu aprovação de projeto sobre ISS, que agora está no Senado - Crédito: Agência Câmara/ Divulgação

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido do PDT para que a eleição para presidente da Câmara fosse realizada em sistema híbrido, e manteve a votação de forma 100% presencial. Em um mandado de segurança, o partido sustenta que há riscos para a saúde dos deputados com a votação presencial. Por […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.


Sair da versão mobile