Do Supremo

Jair Bolsonaro

Investigação sobre caso Marielle pode ir para o STF por citação a Jair Bolsonaro

Élcio Queiroz, um dos suspeitos, disse a porteiro que iria para casa do presidente, mas foi para casa de Ronnie Lessa

charge nazismo liberdade de expressão
Presidente da República Jair Bolsonaro / Crédito: Marcos Corrêa/PR

Durante as apurações sobre a execução da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, a Polícia Civil do Rio de Janeiro apurou que, no dia do crime, um dos suspeitos, Élcio Queiroz, disse que iria à casa 58 do Condomínio Vivendas da Barra, de propriedade do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), quando na verdade foi para a […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.