Conclusão de inquérito

PF vê corrupção, falsidade eleitoral e lavagem de Rodrigo Maia em caso da Odebrecht

Edson Fachin dá prazo de 15 dias para que Raquel Dodge decida se oferece denúncia ou não

Brasil Competitivo
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, coordena reunião de líderes partidários / Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal afirmou ao Supremo Tribunal Federal que há indícios de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cometeu os crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro. A informação consta no relatório conclusivo de inquérito que apura se o deputado, e seu pai, o ex-prefeito César Maia, receberam propina da Odebrecht. […]

Leia até 10 matérias/mês no cadastro gratuito e receba conteúdo no seu e-mail

cadastre-se

Conteúdo exclusivo

Para continuar a ler, faça login

Não tem uma conta no JOTA Info? Tenha acesso agora!