Carreira

Carta a uma jovem concurseira

Sou mulher, negra e de uma família simples da zona rural do Nordeste. Tinha tudo para me curvar

Amada, Eu nunca fui militante feminista ou de esquerda, nem ao menos me considero “politizada”. Pode ficar chocada, caso queira, mas eu não sei distinguir as siglas e as ideologias dos partidos políticos do Brasil, muito menos entender o que significa direita ou esquerda nesse cenário institucional extremamente complexo. Afinal, sou procuradora federal, uma das […]

Conteúdo exclusivo

Para continuar a ler, faça login

Não tem uma conta no JOTA Info? Tenha acesso agora!