Quem você procura, como procura, para o que procura? Crédito: Pixabay

Departamento jurídico: você sabe recrutar profissionais para sua equipe?

Procure saber sobre as competências que o mundo corporativo moderno exige

Uma das grandes verdades do universo jurídico corporativo é o fato de que a faculdade de direito não nos prepara para a realidade das empresas, e que em função disso, temos que buscar muitas outras e novas competências após a graduação. Nossa formação é agora muito mais complexa e diversificada do que antes, com desafios e demandas surgindo todos os dias.

Cientes dessa realidade, tomamos consciência, também, de que os colegas que vierem a participar de nossas equipes ao longo dos anos, terão a mesma necessidade conceitual de aprendizado e de adaptação que tivemos (especialmente se continuarmos sem poder contar com uma graduação com visão de negócios e do mundo corporativo). E o “gap” entre a formação que se recebe nas escolas e o mundo real é enorme.

+JOTA: Faça o cadastro e leia até dez conteúdos de graça por mês!

Se esses são os fatos – o que faremos com essa informação e essa necessidade? Como vamos ajudar as futuras equipes a atuar nesse cenário e com isso termos equipes melhor preparadas? Especialmente no campo dos “technical skills”? Certamente a receita será uma combinação de: (1) exemplos (nada como mostrar na pratica e no dia a dia o que se espera de uma equipe), (2) treinamento interno e (3) treinamento externo.

A liderança, tanto da empresa quanto o “head” da equipe serão determinantes do tom do profissional, mas é preciso haver terra fértil para que os talentos germinem. Se os exemplos do dia a dia são permanentes, e os treinamentos externos (através de cursos e de consultorias) geralmente são bem compreendidos pelas empresas, talvez o treinamento interno bem estruturado seja uma das principais deficiências ou pontos de melhoria a serem estruturados.

Nesse contexto, e retomando o titulo deste breve artigo, acreditamos ser fundamental que o desenvolvimento dos profissionais seja precedido de um excelente recrutamento. E, para tanto, parece ser natural e fundamental uma pergunta extremamente importante e delicada: Você sabe recrutar?

+JOTA: O departamento jurídico e a reforma trabalhista

Caso a sua empresa tenha uma área de recrutamento bem estruturada (geralmente no RH) essa função pode ser facilitada, mas ainda assim ‘você terá a sua parte’ nesse processo. Como é o “seu” processo de recrutamento? Quem você procura, como procura, para o que procura?

O chamado “corporate legal hiring” é tão complexo e delicado, e merece uma atenção especial do gestor, pois dificilmente se “colhe algo muito diferente do que se planta”. E, assim, para que a sua equipe seja “vencedora” e atinja resultados excelentes, certamente essa excelência começa na fase de recrutamento e seleção.

As pessoas não são (e nem devem ser) todas iguais, assim como as equipes. Como você quer que a sua equipe seja e trabalhe? Que perfis profissionais você busca? Que características técnicas, pessoais e comportamentais você quer na sua equipe? O que cada “peça” do quebra cabeça deve fazer? As funções estão bem organizadas?

O seu processo seletivo começa de que forma? É algo estruturado ou baseado apenas no que o mercado lhe apresentar? Você “seleciona” apenas por indicação ou tem a sua própria maneira de “buscar” profissionais? Você de pensa no que quer ou segue preso ao jargão tradicional que nada explica sobre a pessoa que de fato você gostaria de ter na sua equipe.

Existem, atualmente, algumas boas consultorias de “hunting”, que assim como a área de gestão de pessoas da sua empresa, poderão ajudar, mas novamente, não farão mágica nenhuma se você não tiver muito claro o que procura. E se não houver coerência entre o profissional que você busca, o que combina com a sua empresa e a sua equipe, as funções e ferramentas que receberá, os mecanismos de motivação e a remuneração.

+JOTA: Seu departamento jurídico é coerente?

É bastante coisa para conciliar? É sim!!

Procure conhecer um pouco mais sobre o assunto, as modernas técnicas e práticas de formação de equipes, e de recrutamento e seleção. Procure saber um pouco mais sobre as competências que o mundo corporativo moderno exige e sobre como se ajuda as pessoas a adquiri-las. Procure conhecer melhor as faculdades e cursos que o mercado disponibiliza, para tentar conhecer melhor os futuros profissionais formados em cada um desses contextos.

Há muito a fazer. E quanto melhor preparado você estiver, mais tempo e qualidade ganhará. Esse é um dos vários tópicos que a moderna e estratégica gestão jurídica nas empresas vem estudando, e que tem evoluído bastante. Procure conhecer mais sobre a advocacia corporativa, seus desafios, as melhores práticas, e o que se tem feito de mais moderno no Brasil.

Os artigos publicados pelo JOTA não refletem necessariamente a opinião do site. Os textos buscam estimular o debate sobre temas importantes para o País, sempre prestigiando a pluralidade de ideias.

Comentários