Opinião & Análise

Análise

De que modo o movimento LGBT interpreta a Constituição?

Quando o Poder Público se mostra incapaz, a comunidade LGBT interpreta a Constituição para garantir seus próprios direitos

Milhares de pessoas participam da 21ª Parada do Orgulho LGBT de Brasília.Foto José Cruz/Agência Brasil

Ao se opor ao ato de censura promovido pelo Poder Executivo da cidade do Rio de Janeiro – com aval do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro -, durante a XIX Bienal Internacional do Livro, o movimento LGBT1 demonstrou que poderes institucionalizados não são os únicos intérpretes autorizados da Constituição. Ações como o beijaço, […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.