Lifestyle

Greve dos servidores

Café: da Abissínia à sua mesa

JOTA estreia coluna semanal sobre a bebida

Era finalzinho de tarde, há cerca de mil anos, quando o pastor Kaldi tomava conta de um pequeno rebanho de cabras, uma das poucas heranças da família moradora da região da Abissínia, a Etiópia de hoje. O calor intenso durante todo o dia tinha deixado o rapaz estafado, e ele não via a hora do Sol se esconder no horizonte montanhoso da aldeia e ir direto para casa.

Quanto mais Kaldi esmorecia, mais as cabras do pastor mostravam vitalidade, energia, entusiasmo. Pulando de pedra em pedra. Ele tinha notado que toda vez que o rebanho mastigava os frutos de cor amarelo, puxando para o vermelho, era como se tomassem um energético, de tanto salto que davam. Curioso, o pastor levou os frutos a um monge amigo que fez uma infusão. Daquele dia em diante, o “líquido abençoado” passou a ser a bebida usadas pelos confrades nas longas horas de leitura do breviário.

Sete séculos tinham se passado, quando o governo da província do Grão-Pará despachou o capitão-tenente Francisco de Melo Palheta incumbido de uma missão peculiar. Convencer o governador Claude d’Orvilliers a ceder ao país vizinho mudas de pés de café. Irredutível, o mandatário da Guiana Francesa disse não, mas o charmoso alferes brasileiro conquistou a madame d’Orvilliers e assim, clandestinamente, em 1727 o café chegava ao Brasil.

Quem ousaria nos dias atuais, fazer uma reunião, um encontro de negócios, um almoço para fechar contratos, e não colocar uma xícara de café como testemunha? No Brasil de hoje, maior produtor do mundo, o café é uma espécie de dama de companhia dos momentos mais marcantes da mesa do brasileiro. No coador de pano, nos filtros de papel. Nas sofisticadas cápsulas importadas, o café está presente.

A partir de hoje, toda sexta-feira, estará presente neste espaço. Espero contar as mais marcantes histórias do mundo do café. Dar dicas de gastronomia, falar da harmonização de grãos, trocar ideias sobre acompanhamentos. E você, como prefere o seu café?

Bom café!

Café & Conversa


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito