Dados

Mapa

Rodrigo Maia tem comportamento alinhado ao governo, mostra mapa parlamentar

Ferramenta permite visualizar comportamento de presidente da Câmara, que é alvo de bolsonaristas

mapa rodrigo maia reeleição de presidentes da Câmara e do Senado
Presidente da República, Jair Bolsonaro recebe os cumprimentos do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre. Ao centro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia / Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), passou o ano de 2019 com comportamento alinhado ao governo Jair Bolsonaro nas votações em plenário. Maia ficou quase todo o ano com 100% de concordância com a liderança do governo em votações no plenário, atingindo grau máximo no índice calculado pelo JOTA Pro, que varia entre 0 e 1. Os dados contradizem os ataques sofridos por Maia nas redes sociais, já que o deputado é alvo constante de bolsonaristas.

As conclusões acima foram retiradas do mapa parlamentar, uma das ferramentas que integra o sistema JOTA Pro de acompanhamento institucional. Para calcular o grau de governismo de cada deputado, o modelo estatístico utiliza o padrão de votos individuais em comparação com todos os outros deputados em atividade.

Dessa forma, os deputados são apresentados em um mapa em duas dimensões. Posteriormente, cada deputado tem seu comportamento normalizado em um índice de 0 a 1, que indica o grau de governismo em relação ao Executivo. Consequentemente, o usuário pode comparar, a cada semana, o resultado para deputados individuais passando o cursor sobre os pontos.

Índice máximo

Em 2019, Rodrigo Maia passou o segundo semestre inteiro com um índice de 1, o grau mais alto possível, e similar a muitos deputados próximos ao presidente Bolsonaro. Por outro lado, alguns deputados do DEM têm um grau menor do que Maia, como Pedro Paulo (RJ), Professora Dorinha (TO) e o líder do partido na Câmara, Elmar Nascimento (BA). Esses três últimos são aqueles que, dentro do DEM, têm um índice constantemente abaixo de 0.9.

Além disso, a ferramenta JOTA Pro mostra que Maia fica posicionado no centro dos deputados do DEM e mais ao centro direita de todo a Câmara. Assim, os deputados mais próximos dele no mapa, semana a semana, são: Paulo Azi (BA), Alan Rick (AC), Leur Lomanto Junior (AC) e Dr. Zacharias Calil (GO). O comportamento do presidente da Câmara pode ser visto no vídeo a seguir, mas cada usuário do serviço pode fazer suas próprias análises:

Mapa parlamentar mostra comportamento de Rodrigo Maia
O comportamento de Rodrigo Maia, segundo o mapa do JOTA

Como os relatórios analíticos semanais exclusivos para assinantes JOTA Pro têm demonstrado, o DEM é um dos partidos que fornece maior apoio ao governo na Câmara. O mapa interativo está disponível para assinantes do Aprovômetro. A ferramenta permite, por exemplo, analisar o comportamento de partidos como o DEM ou expoentes do centro como o MDB, PP, e PL

Também usando a ferramenta, o JOTA mostrou, por exemplo, que a deputada e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann (PT-PR), é primeira e maior opositora ao governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, e que Tabata Amaral (PDT-SP) consistentemente fica ao centro no comportamento nas votações no plenário e tem um comportamento muito consistente com o seu partido, apesar das críticas que recebeu de membros da própria sigla.

Entenda a ferramenta

Neste momento, o modelo estatístico usado para construir o mapa já conta com mais de 260 mil votos individualizados. O mapa mostra a “dança” semanal dos parlamentares. É possível organizar a visualização por partidos e estados, semana a semana. Em princípio, a ferramenta interativa permite ao usuário saber o grau inicial esperado de apoio ao governo dado por cada parlamentar.

Outra possibilidade ao usuário é alterar os limiares (thresholds) para considerar o deputado como governista, neutro ou oposição. Para isso, o assinante JOTA Pro pode alterar os valores do índice de governismo para considerar um deputado a favor, contrário ou neutro em relação ao governo. Esse cálculo considera uma média móvel das votações passadas e cria um mapa em duas dimensões, que capturam o posicionamento ideológico do parlamentar.

Por padrão, a ferramenta apresenta deputados com índice de 0.8 ou mais como governistas, aqueles com menos de 0.2 como oposição e os que estão entre essas duas marcas como neutros.

Porém, cabe a cada usuário definir suas próprias marcas, utilizando a barra que fica abaixo do mapa. Por exemplo, ao aumentar o limite para deputados considerados governistas, mais deputados se tornam neutros e mudam automaticamente de cor no mapa. Isso pode ser percebido no vídeo que ilustra esta matéria.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito