Justiça

Em maio

TSE vai ouvir jornalistas da Record em ação de inelegibilidade de Bolsonaro

Ministro negou depoimento de Edir Macedo e diretores. PT questiona utilização indevida dos veículos de comunicação

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) / Crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Jorge Mussi autorizou depoimentos de testemunhas arroladas pelo PT na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) no Tribunal Superior Eleitoral que pede a inelegibilidade do presidente Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão, diante de suposta utilização indevida dos veículos e meios de comunicação do grupo Record, de Edir […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.


Sair da versão mobile