Justiça

Continua no RJ

STJ nega federalização das investigações sobre mandante da morte de Marielle

Por unanimidade 3ª Seção negou pedido da PGR e manteve apurações no Rio de Janeiro

STJ entende que a retratação feita por desembargadora que caluniou Marielle Franco foi suficiente
Vereadora Marielle Franco Foto:PSOL

A 3ª Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta quarta-feira (27/05) que as investigações relacionadas ao mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, não devem ser federalizadas. A apuração do crime, dessa forma, continuará no Rio de Janeiro, sendo tocada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.