Justiça

Corrupção passiva

STJ condena desembargador do TJCE que vendia decisões pelo WhatsApp

Corte Especial também puniu magistrado por receber parte de salários de servidoras

WhatsApp
O desembargador aposentado do TJCE Carlos Rodrigues Feitosa | Crédito: Irailton Menezes/TJCE

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou, nesta segunda-feira (08/4), o ex-desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) Carlos Rodrigues Feitosa a 13 anos e 8 meses de prisão pelo crime de corrupção passiva, devido a um esquema de venda de decisões judiciais pelo WhatsApp. O colegiado também puniu Feitosa com […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.