Do Supremo

STF

PGR pede abertura do terceiro inquérito contra Delcídio do Amaral

Suspeitas são de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Brasília – A bancada do senador Decides Amaral, vazia no plenário do Senado. (Antônio Cruz/Agência Brasil)

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou ao Supremo Tribunal (STF) o pedido de abertura do terceiro inquérito contra o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) na Operação Lava Jato.

O processo teve origem na delação premiada firmada pelo lobista Fernando Baiano. O pedido de abertura de inquérito será analisado pelo ministro Teori Zavascki.

De acordo com informações disponíveis no inquérito – que tramitará em segredo de justiça -, serão investigados indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Autorizada a continuidade das investigações, serão 34 inquéritos relacionados à Operação Lava Jato abertos no Supremo contra 68 pessoas – 23 deputados, 14 senadores, um ministro de Estado e um ministro do Tribunal de Contas da União (TCU).

O senador Delcídio do Amaral foi preso pela Polícia Federal na semana passada, suspeito de tentar obstruir as investigações da Lava Jato.

Urnas eletrônicas e o TSE: “devo, não nego – faço quando puder”

Artigo da Constituição que define prisão de parlamentar é “singelo e estúpido”, diz Eugênio Pacelli


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito