Justiça

STJ

PGR denuncia Witzel, primeira-dama e mais sete. Leia a íntegra

Denúncia foi oferecida nesta sexta-feira (28/8) ao Superior Tribunal de Justiça

witzel denúncia
Cerimônia de transmissão de cargo do governador Wilson Witzel e seu vice Cláudio Castro no Palácio Guanabara em Laranjeiras, no Rio de Janeiro / Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou, nesta sexta-feira (28/8), denúncia contra o governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, sua esposa Helena Witzel e mais sete pessoas. Leia a íntegra da denúncia.

Nesta sexta, o ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou o afastamento de Wilson Witzel do cargo de governador do Rio de Janeiro. Witzel ficará afastado do cargo por 180 dias, e fica proibido de acessar as dependências do governo, bem como de se comunicar com funcionários.

Witzel, a primeira-dama e Lucas Tristão, ex-secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, foram denunciado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O MPF explicitou que “a denúncia engloba apenas parte dos fatos criminosos já apurados, notadamente os atos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro praticados pelo governador Wilson Witzel e outros”.

Já Mário Peixoto, Alessandro Duarte, Cassiano Luiz, Juan Elias Neves de Paula, João Marcos Borges Mattos e Gothardo Lopes Netto foram denunciados por corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

Peixoto é empresário e seria, de acordo com o MPF, o principal fornecedor de mão de obra terceirizada para o governo de Witzel por meio de organizações sociais de saúde. Já Duarte é apontado como suposto operador financeiro de Peixoto. Os dois estão presos.

Órgão Especial do STJ

O STJ analisará, no dia 2 de setembro, se mantém o afastamento de Witzel. O tema será julgado pela Corte Especial, que reúne os 15 ministros mais antigos da Corte e é responsável pela análise de processos penais envolvendo partes com foro no tribunal superior.

A sessão de julgamento começa às 14h e será transmitida pelo canal do STJ no YouTube.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito