Do Supremo

STF

Para criminalistas, faltaram flagrante e crime inafiançável para a prisão de Delcídio do Amaral

Senador petista foi preso nesta quarta-feira (25/11).

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) realiza reunião deliberativa com 16 itens. Na pauta, PLC 50/2014, que regulamenta a comercialização de planos de assistência funerária; e PLS 307/2012, que limita prazo de 30 dias para fornecimento de sigilos bancários.À mesa, presidente da CAE, senador Delcídio do Amaral (PT-MS).Foto: Geraldo Magela /Agência Senado

A prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo e presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), foi ilegal. Não houve flagrante, além de organização criminosa e obstrução da Justiça serem tipos penais afiançáveis. Pelo menos é o que dizem criminalistas ouvidos pelo Jota. O senador petista foi preso após pedido do Ministério […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.