Docs

Lava Jato

Moro condena Palocci a 12 anos na Lava Jato

Ex-ministro foi condenado por corrupção e lavagem. Leia a íntegra da decisão

Palocci assinou acordo com a PF. commons.wikimedia.org

O juiz Sérgio Moro condenou, nesta segunda-feira (26), o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci a 12 anos, 2 meses e 20 dias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em crimes envolvendo contratos da Odebrecht com a Petrobras.

Na sentença, Moro determina que Palocci continue preso, mesmo recorrendo da decisão. O juiz cita que o caso é de macrocorrupção.

Leia a íntegra da sentença

“O caso trata de macrocorrupção, envolvendo conta corrente geral de propinas entre o Grupo Odebrecht e agentes do Partido dos Trabalhadores, com cerca de duzentos milhões de reais acertados, cento e trinta e três milhões de reais repassados e um saldo de propina do remanescente. Antônio Palocci Filho era o principal administrador da conta corrente geral de propinas”, diz trecho.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito