Justiça

Desdobramento

Justiça paralisa atividade de mineradora vizinha da Vale em Brumadinho

Decisão atende ao Ministério Público de Minas, que apontou riscos para estrutura do empreendimento

A juíza Perla Saliba Brito determinou a imediata paralisação das atividades do empreendimento minerário da Mineração Ibirité Ltda (MIB) no Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

O empreendimento da MIB está situado próximo ao local onde se rompeu uma barragem de rejeitos da mineradora Vale S.A., que matou mais de 80 pessoas e deixou outras quase três centenas desaparecidas. A decisão atende pedido do Ministério Público do Estado de Minas Gerais. (leia  a íntegra)

À Justiça, o  Ministério Público argumentou que a área de atuação da mineradora é “extremamente próxima dos locais onde ocorreram os rompimentos” das estruturas da Vale S.A. Para o MP, isso coloca em risco também a atividade da MIB na região.

“Diante do fato novo ocorrido nas adjacências do empreendimento minerário da ré, consistente no rompimento das bagagens da Vale S/A, o que, por óbvio, coloca em dúvida a estrutura física do empreendimento em questão, levando-se em conta o tamanho dos danos causados pelo rompimento das barragens no Córrego do Feijão, entendo estar demonstrada a plausibilidade e verossimilhança das alegações do requerente”, escreveu a magistrada.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito