Do Supremo

STF

Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo viram réus da Lava Jato no STF

A decisão foi tomada nesta terça-feira (27/9) pela 2ª Turma da Corte, por unanimidade, em julgamento de menos de duas horas, no qual foi recebida a denúncia, no âmbito da Lava Jato, feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nos autos do inquérito (Inq 3.797).

Crédito @Flickr/Senado

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo (2005-2011), passaram à condição de réus em ação penal no Supremo Tribunal Federal, acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Lava Jato. A decisão foi tomada nesta terça-feira (27/9) pela 2ª Turma da Corte, por […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.