Justiça

MPF

Ex-gestores do Schahin maquiaram balanços em R$ 460 mi

Procuradora da República Karen Kahn, do MPF-SP, denunciou 9 pessoas por crimes contra o SFN

São Paulo - Karen Louise Kahn, procuradora-geral da República, fala sobre a Operação Boca Livre, que investiga desvios de dinheiro através da Lei Rouanet (Rovena Rosa/Agência Brasil)

A procuradora da República Karen Louise Jeanette Kahn, do Ministério Público Federal de São Paulo, denunciou cinco ex-gestores do Banco Schahin por infingirem diversos artigos da lei de crimes contra o sistema financeiro ao maquiarem a contabilidade da instituição financeira em valores que chegam a R$ 460 milhões, inflando demonstrações financeiras entre 2008 e 2010. Inserção de […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.