Justiça

Direitos humanos

CNJ reconhece identificação de gênero para população LGBTI no sistema prisional

Mulheres trans devem ser maiores beneficiadas, vítimas de violência e discriminação dentro de presídios masculinos

prisão LGBTIs
Crédito: G. Dettman/CNJ

Pessoas condenadas devem ser levadas a presídios e cadeias compatíveis com a autoidentificação de gênero que apresentam. A mudança de entendimento, aprovada nesta sexta-feira (2/10) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em sessão do plenário virtual, permite que lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis ou intersexo (LGBTI) privados de liberdade possam cumprir suas penas em locais […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.