Justiça

Lava Jato

As íntegras dos acordos de leniência da Odebrecht, Andrade e UTC

Seis acordos vão render aos cofres públicos R$ 6 bi. Outros 19 processos estão em andamento e podem gerar R$ 25 bi

Sede da AGU. Foto: AGU

O Ministério da Transparência e a a Advocacia-Geral da União (AGU) divulgaram nesta sexta-feira (5/4) a íntegra dos seis acordos de leniência (as chamadas delações de empresas) fechados na esteira da operação Lava jato. A União vai recuperar R$ 6 bilhões em retorno aos cofres públicos do entendimento com Odebrecht, Andrade Gutierrez, UTC Engenharia, Bilfinger, MullenLowe, SBM Offshore.

De acordo com dados da União, R$ 1,3 bilhão já foram efetivamente pagos e o restante será quitado nos próximos 20 anos.

Outros 19 acordos de leniência estão em andamento, com previsão de que pelo menos dois deles sejam concluídos em breve. Se forem confirmados, esses entendimentos podem chegar a R$ 25 bilhões. As tratativas envolvem empresas de diversas áreas, como infraestrutura, educação e saúde.

Odebrecht

Andrade Gutierrez

UTC Engenharia

Bilfinger

MullenLowe

SBM Offshore

Nos acordos, as empresas firmam o compromisso de cessar completamente seu envolvimento nas infrações investigadas; de colaborar efetivamente com as investigações, de adotar medidas investigativas e sancionatórias internas pertinentes, como por exemplo, o afastamento de executivos envolvidos.

As empresas se comprometem ainda implementar ou aperfeiçoar um efetivo programa de integridade corporativa, que serão monitorados pela CGU, com o objetivo de prevenir a ocorrência de novos ilícitos e privilegiar em grau máximo a ética e transparência na condução de seus negócios.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito