Jotinhas

TJBA

‘Tenho problema na coluna’, conta advogado que estava numa rede durante sessão

Marcus Albuquerque conta que ficou cinco horas aguardando o julgamento. ‘Isso que deveria ser notícia’, afirma

Durante um julgamento da 4ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), o advogado Marcus Albuquerque acompanhou a sessão em uma rede. O vídeo teve grande repercussão na internet. “Eu recebi, de ontem pra hoje, umas 800 mensagens. Muitos colegas meus fazendo boas referências, mas algumas pessoas dizendo que baiano é preguiçoso”, diz Albuquerque. Veja o vídeo da sessão abaixo:

O advogado afirma que escreve suas petições há dez anos na rede, mas isso não ocorre por “preguiça”. “O motivo de eu estar na rede não é porque eu sou preguiçoso ou porque estava dormindo. É devido a um problema que eu tenho na coluna, a cadeira para mim não é confortável”, diz. 

No contexto da pandemia, com a medida de quarentena, os tribunais não estão com o seu funcionamento normal, e as sessões de julgamento são feitas por meio de videoconferência. Esta foi a primeira sessão virtual em que Albuquerque participou.

O advogado conta que iria fazer uma sustentação oral às 9h da última quinta-feira (31/7), mas ficou esperando até às 14h20 para ter a palavra. “Ou seja, eu fiquei cinco horas, aguardando o julgamento. Isso que deveria ser notícia”, diz. Ao final, o advogado foi vitorioso em parte na causa. 

“Todo mundo tem o direito ao ‘livre pensamento’. Eu só espero que não chegue ao ponto de extrapolar os limites toleráveis. Como advogado eu vou tomar todas as medidas possíveis e cabíveis. Mas agora que está todo mundo fazendo onda, no dia do meu aniversário, eu estou vivendo meus dez minutos de fama”, diz. 

“Minha postura não foi de forma alguma desrespeitosa. Foi a que eu tinha para aquela situação, devido ao meu problema de saúde”. 


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito