Jotinhas

STF

Promotor do MPSP chama ministros do STF de ‘fdp’ e ‘bandidagem togada’

Corregedoria do MPSP irá investigar postagem do promotor de Justiça Ricardo Montemor

Sessão plenária do STF. Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Depois do julgamento da 2.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que retirou do juiz Sérgio Moro os trechos da delação da Odebrecht que dizem respeito ao ex-presidente Lula, o promotor de Justiça Ricardo Montemor, membro do Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), chamou os ministros de ‘bandidagem togada’ de de “fdp” numa postagem de Facebook nesta terça-feira (24/04).

“Confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas Lewandowski, Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula. A solução ideal não posso dizer. Perderia o emprego se dissesse o que eles realmente merecem. Até quando vamos ter que aguentar esta bandidagem togada?”, escreveu o promotor de Justiça.

A corregedoria do MPSP instaurou reclamação disciplinar para investigar a postagem. O caso também será apreciado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O Facebook do promotor não está mais disponível.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito