Do Supremo

STF

PGR denuncia deputado Arthur e senador Benedito de Lira na Lava Jato

Pai e filho praticaram corrupção e lavagem de dinheiro, segundo Rodrigo Janot

Marcos Oliveira/Agência Senado
O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos deputados, Arthur Lira (PP-AL) e seu pai, senador Benedito de Lira (PP-AL) praticaram corrupção e lavagem de dinheiro, segundo investigações do Ministério Público Federal na operação Lava Jato.
Os dois parlamentares foram denunciados nesta sexta-feira (04/09) ao Supremo Tribunal Federal por Rodrigo Janot, procurador-geral da República. Em separado, a Polícia Federal pediu o afastamento de ambos os congressistas de seus mandatos.
Para que se tornem réus no processo, que corre sob sigilo de Justiça, será preciso que o relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, concorde com os argumentos do MPF de que há indícios da prática dos crimes e aceite a denúncia. Zavascki também pode suspender o segredo do processo.
Não há prazo para que ele tome nenhuma das duas decisões.
Ontem, o ministro concedeu prazo de cinco dias para que pai e filho se defendam a respeito do pedido de afastamento feito pela PF.

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito