Do Supremo

Lava Jato

OAB/DF defende advogado que teve sigilo quebrado na Lava Jato

O relator Lava Jato no STF, Teori Zavascki, autorizou nessa semana a quebra do sigilo do advogado Michel Saliba Oliveira e do escritório Saliba Oliveira Advogados Associados.

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal baixou uma portaria, designando um grupo de advogados, incluindo Cláudio Demczuk de Alencar e Evandro Pertence, para “atuarem – em nome da OAB/DF – na defesa dos interesses do advogado Michel Saliba Oliveira”.

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki autorizou nessa semana a quebra do sigilo do advogado e do escritório Saliba Oliveira Advogados Associados.

Saliba pediu a reconsideração da decisão. Ao JOTA, ele afirmou que juntou no pedido encaminhado ao Supremo todos os comprovantes de depósitos que recebeu de seu cliente, o ex-deputado João Pizzolati, investigado formalmente na operação.

De acordo com ele, os depósitos recebidos referem-se a reembolsos de viagem. Ele afirmou que esteve por diversas vezes com o delegado da Polícia Federal e que poderia, espontaneamente, abrir seu sigilo.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito