Do Supremo

STF

Gilmar manda Adriana Ancelmo de volta à prisão domiciliar

Mulher do ex-governador Sergio Cabral estava desde novembro em cadeia de Benfica

29/03/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- Adriana Ancelmo chega em sua casa, no Leblon, onde vai cumprir prisão domiciliar, após quase quatro meses presa em Bangu Foto: Vladimir Platonow / Agência Brasil

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), converteu nesta segunda-feira (18/12) a prisão preventiva de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio e alvo da Lava Jato, em prisão domiciliar. O ministro atendeu pedido da defesa.  (lei a íntegra de decisão) “No presente caso, a condição financeira privilegiada da paciente não pode ser […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.