Jotinhas

Ataque a faca

Agressor de Bolsonaro é indiciado com base na Lei de Segurança Nacional

Pena pode chegar a 20 anos em razão da lesão corporal grave

Bolsonaro facada
Crédito: Reprodução/YouTube

Adélio Bispo de Oliveira, o homem que esfaqueou o candidato à Presidência Jair Bolsonaro, nessa quinta-feira em Juiz de Fora (MG), foi indiciado pela Polícia Federal, enquadrado na Lei de Segurança Nacional.

O artigo 20 da Lei de Segurança Nacional (Lei 7.170, de 14 de dezembro de 1983), estabelece:

Art. 20 – Devastar, saquear, extorquir, roubar, seqüestrar, manter em cárcere privado, incendiar, depredar, provocar explosão, praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas.

Pena: reclusão, de 3 a 10 anos.

Parágrafo único – Se do fato resulta lesão corporal grave, a pena aumenta-se até o dobro; se resulta morte, aumenta-se até o triplo.

Oliveira foi preso em flagrante, logo após desferir a facada contra Bolsonaro. O candidato passou por uma cirurgia e foi transferido nesta sexta-feira para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.


Você leu 1 de 3 matérias a que tem direito no mês.

Login

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito