Jotinhas

Polícia Federal

Delegados da Polícia Federal ameaçam entrar em greve

Categoria pressiona governo por reajuste salarial

Crédito: ADPF

Os delegados de Polícia Federal entrarão em estado indicativo de greve e realizarão atos públicos a partir desta sexta-feira (29/7) nas unidades de todos os Estados e do Distrito Federal.

A decisão da categoria foi tomada após o governo não cumprir o Termo de Acordo 006/2016/2016-MPOG, firmado em maio deste ano com a categoria. O documento trata da recomposição das perdas inflacionárias relativas ao período de janeiro de 2012 a abril deste ano.

Segundo a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), a paralisação será mantida até que o governo federal apresente ao Congresso Nacional o projeto de lei que normatiza o assunto. Após o ato inicial de sexta-feira, os delegados ocuparão os aeroportos de todo o país na manhã de terça-feira (02/8).

A ADPF encaminhou ofícios ao diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e ao ministro da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, comunicando a paralisação da categoria.

Ainda segundo a nota, não está descartada a deflagração de greve caso o governo federal não atenda às reivindicações da categoria.

Na ausência de avanços, os delegados dizem que irão convocar, na própria tarde da terça-feira, assembleia geral extraordinária. O objetivo é deliberar sobre a deflagração do que pode vir a se concretizar como a primeira greve dos delegados federais na história da instituição.

 

 


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito