Do Supremo

STF

Conta pós-Itália tinha R$ 100 mi após início da Lava Jato

Emílio Odebrecht diz que mandou parar caixa 2 depois da prisão do filho, em junho de 2015

27/10/2015 - Brasília - DF - Audiência Pública e Reunião Ordinária. Ex-Presidente do BNDES de nov/2004 a mar/2006, Guido Mantega, na CPI do BNDES. Foto: Antonio Araújo / Câmara dos Deputados

Uma planilha repassada por delatores da Odebrecht indica que o saldo na conta do “pós Itália”, codinome que seria do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, com a empreiteira era de R$ 101,4 milhões 15 dias após a 1ª fase da Operação Lava Jato ter sido deflagrada em março de 2014. O documento faz referência a […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.