Eleições

Eleições 2018

São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais terão segundo turno

Em Minas e Rio de Janeiro, candidatos Romeu Zema e Wilson Witzel surpreenderam e lideraram a disputa

segundo turno
João Doria, Romeu Zema e Wilson Witzel lideraram as votações em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro - Crédito: Divulgação

Os eleitores dos três maiores colégios eleitorais do país, que juntos concentram 60 milhões dos 147 milhões de eleitores brasileiros, terão de votar novamente para escolher os governadores de seus estados.

Em São Paulo, a disputa do segundo turno será entre João Doria (PSDB) e Marcio França (PSB). No Rio de Janeiro, entre Eduardo Paes (MDB) e Wilson Witzel (PSL) e em Minas Gerais entre Antonio Anastasia (PSDB) e Romeu Zema (NOVO).

O resultado foi marcado por surpresa em Minas Gerais e Rio de Janeiro, onde os candidatos Zema e Witzel dispararam em relação às pesquisas feitas no sábado (6/10) e garantiram vaga no segundo turno, ficando em primeiro lugar nas votações de seus estados.

No maior estado do país, um segundo turno volta a acontecer depois de 16 anos após disputa emocionante sobre quem seria o segundo colocado. João Doria foi o mais votado, com 31,77% dos votos. Ele enfrentará Marcio França (PSB) no segundo turno, que recebeu 21,48% dos votos válidos. Paulo Skaf (MDB) ficou de fora com 21,13% dos votos. Os números dizem respeito a 98% das urnas apuradas.

No Rio de Janeiro, o ex-juiz Wilson Witzel (PSL) foi o mais votado com 41,28% dos votos válidos. Ele disputará o segundo turno com o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), que teve 19,53% dos votos. Os números dizem respeito a 97% das urnas apuradas.

Em Minas Gerais, com 42,94% dos votos válidos, o candidato Romeu Zema (NOVO) liderou a disputa e enfrentará Antonio Anastasia (PSDB), que teve 29,01%, no segundo turno. Os números dizem respeito a 99% das urnas apuradas.

Outros estados

Além desses estados, outros 11 terão um segundo turno. No Distrito Federal, o candidato Ibaneis (MDB), recebeu 41,97% dos votos válidos e enfrentará Rodrigo Rollemberg (PSB) no dia 27 de outubro, que recebeu 13,94%.

No Mato Grosso do Sul, haverá segundo turno entre os candidatos Reinaldo Azambuja (PSDB) e Juiz Odilon (PDT).

Sul

Em Santa Catarina, os eleitores deverão escolher entre Gelson Merísio (PSD) e Comandante Moisés (PSL).

No Rio Grande do Sul, a disputa pelo governo será resolvida no segundo turno entre Eduardo Leite (PSDB), que recebeu 35,49% dos votos válidos, contra Ivo Sartori (MDB), que recebeu 31,42%.

Nordeste

Em Sergipe, disputarão o segundo turno os candidatos Belivaldo (PSD) e Valadares Filho (PSB) ou Eduardo Amorim (PSDB).

No Rio Grande do Norte, duelarão pelos votos dos eleitores no segundo turno Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT).

Norte

Na Região Norte, em Rondônia, a disputa será entre Expedito Junior (PSDB) e Maurão de Carvalho (MDB). No Pará, Helder (MDB) e Marcio Miranda (DEM) disputarão o governo do estado no segundo turno.

No Amazonas, Wilson Lima (PSC) e Amazonino Mendes (PDT) disputarão o segundo turno.

No Amapá, Waldez (PDT) e Capi (PSB) duelarão pelos votos no segundo turno.

Em Roraima, Antonio Denarium (PSL) e Anchieta (PSDB) disputarão o segundo turno.

Primeiro turno

Pelas informações mais recentes, a eleição foi ou caminha para ser definida no primeiro turno em 13 estados.

Venceram no primeiro turno os seguintes candidatos:

Alagoas: Renan Filho (MDB)

Bahia: Rui Costa (PT)

Ceará: Camilo Santana (PT)

Espírito Santo: Renato Casagrande (PSB)

Goiás: Ronaldo Caiado (DEM)

Mato Grosso: Mauro Mendes (DEM)

Maranhão: Flávio Dino (PCdoB) – com 78% das urnas apuradas

Paraíba: João (PSB)

Paraná: Ratinho (PSD)

Piauí: Wellington Dias (PT) – com 91% das urnas apuradas

Tocantins: Mauro Carlesse (PHS)

Ainda indefinidos

Acre e Pernambuco


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito