Eleições 2022

Eleições 2022

Saiba quem são os pré-candidatos ao Senado por Alagoas nas eleições 2022

Mandato de senador Fernando Collor (PTB) chega ao fim. Até o momento, cinco candidatos disputam a vaga

candidatos Senado Alagoas
Fachada do Congresso Nacional / Crédito: Leonardo Sá/Agência Senado

No fim do ano, o mandato Fernando Collor (PTB) chega ao fim. Recentemente, ele se lançou à disputa do governo do Estado. Caso mude de ideia e decida disputar a reeleição, Collor enfrentará, até o momento, cinco candidatos, entre eles o ex-governador Renan Filho (MDB), que renunciou ao governo do estado para disputar as eleições 2022.

Os partidos têm até 15 de agosto para registrar os nomes dos postulantes ao cargo na Justiça Eleitoral, mas alguns nomes já estão consolidados na corrida eleitoral.

Renan Filho é um deles. Se for eleito para o lugar de Collor, pode repetir o feito da senadora Kátia Abreu (PP) e seu filho Irajá (PSD), e dividir a bancada com o pai, Renan Calheiros (MDB).

Collor, por sua vez, se lançou à reeleição, mas, em entrevistas recentes, afirmou que pode concorrer ao governo para constituir palanque para o presidente Jair Bolsonaro (PL) em Alagoas. Mais dois políticos estão na disputa: o deputado estadual Davi Davino Filho (PP) e o ex-deputado federal Ronaldo Lessa (PDT).

Outros dois postulantes à vaga já disputaram eleições, mas nunca conseguiram se eleger titulares: pastor Ildo Rafael (DC) e o engenheiro agrônomo Mario Agra (PSOL).

Confira a lista com os possíveis candidatos ao Senado por Alagoas

Renan Filho (MDB)

Renan Filho, 42 anos, é natural de Murici (AL). Filho do senador Renan Calheiros (MDB), se formou em Economia pela Universidade de Brasília (UnB) e presidiu o Centro Acadêmico do curso em 2003. Um ano depois, venceu a eleição para prefeito de Murici, cargo ao qual foi reconduzido. Em 2010, renunciou ao mandato para se eleger como deputado federal. No pleito seguinte, se lançou ao Palácio Floriano Peixoto. Em abril, depois de dois mandatos no governo alagoano, e sem poder se reeleger, Renan Filho renunciou ao cargo para ser candidato ao Senado por Alagoas (AL) nas eleições 2022.

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.

Davi Davino Filho (PP)

Davi Davino Filho, 34 anos, nasceu na capital alagoana, Maceió, e fez carreira como empresário no estado. Davino, que foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 2014, aos 27 anos, agora cumpre segundo mandato na Assembleia Legislativa. Em 2020, em concorreu à vaga de prefeito de Maceió (AL), mas saiu derrotado. Agora Davi Davino Filho deve ser candidato ao Senado por Alagoas (AL) nas eleições 2022.

Ronaldo Lessa (PDT)

Ronaldo Lessa, 73 anos, é natural de Maceió (AL). Durante a faculdade de Engenharia Civil na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Lessa integrou diretórios estudantis de oposição à Ditadura Militar. Em 1988, conquistou o primeiro cargo público: vereador pela capital. Em 1992, foi prefeito da cidade. Seis anos depois, foi eleito governador de Alagoas e reconduzido ao cargo no pleito seguinte. Em 2006, renunciou ao governo para concorrer ao Senado, mas perdeu. Em 2014, chegou à Câmara dos Deputados. Atualmente, é vice-prefeito de Maceió. Agora Ronaldo Lessa deve ser candidato a senador por Alagoas nas eleições 2022.

Ildo Rafael (DC)

Ildo Rafael, 66 anos, nasceu em Maceió (AL) e é servidor público, pastor da Igreja Cristã do Oleiro e, até abril, mantinha um programa de rádio. Desde 1998 ele almeja um cargo na política: disputou para vereador, prefeito, deputado estadual, deputado federal e senador, mas nunca foi eleito. Nas eleições 2022, Ildo Rafael deve novamente ser candidato ao Senado por Alagoas.

Mario Agra (PSOL)

Mario Agra, 66 anos, é natural de Viçosa (AL). Antes de se engajar na política, fez carreira como agrônomo e foi superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Alagoas. Ele é servidor aposentado da Secretaria de Agricultura. Desde 2006, Agra disputa eleições: já tentou os cargos de deputado estadual, prefeito de Maceió e governador. Em 2012, angariou votos para suplente de vereador. Agora Mario Agra deve ser candidato ao Senado por Alagoas (AL).

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.