Dados

JOTA Labs

Prorrogação da declaração do IR: Aprovômetro acertou aprovação de PL

PL tinha 74,7% de chances de ser transformado em lei na ferramenta preditiva

Aprovômetro previu a aprovação do PL que prorrogou prazo da declaração do IRPF - Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira, em votação simbólica, o Projeto de Lei 639/2021, que prorroga para o dia 31 de julho o prazo para a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física referente ao exercício de 2021, ano-calendário de 2020. A aprovação foi antecipada pelo Aprovômetro, a ferramenta preditiva do JOTA.

Segundo a última atualização da ferramenta, que fica disponível para assinantes do serviço, o PL tinha 74,7% de chances de ser transformado em lei. A subida foi muito rápida na ferramenta, mostrando que o projeto se encaminhava para aprovação. Em poucas semanas, o PL saiu de 0% para os 74,7% de chance.

O projeto de lei aprovado também permite, excepcionalmente, o parcelamento em até seis quotas iguais, mensais e sucessivas, do saldo do imposto a pagar em relação ao exercício de 2021, ano-calendário 2020.

Nesta semana, a Receita Federal prorrogou o prazo até 31 de maio, mas com a aprovação do texto pela Câmara o intervalo é alongado por mais dois meses.

A aprovação do PL sobre a prorrogação de prazo mais longo para entrega da declaração do IR pelos deputados mostra divergência entre Legislativo e Executivo. Presidente pode vetar integralmente a proposição, e decisão sobre qual será o prazo final pode ser decidida por meio da análise de eventual veto.

O projeto de lei segue para sanção.

Prorrogação da declaração do IR e acertos

Considerando as votações adicionadas à base de dados em 2020, a ferramenta apresentou uma acurácia balanceada de 84%, um resultado similar ao obtido em 2019, o que indica uma consistência nos resultados, mesmo com a pandemia alterando profundamente o processo legislativo.

Quer saber mais sobre o Aprovômetro?

A cada semana, novos dados são incluídos na ferramenta online (disponível na área logada) e as chances de aprovação dos projetos refletem as alterações ocorridas no período. Além da probabilidade de aprovar ou arquivar cada projeto de lei, a ferramenta também traz informações sobre os parlamentares, a taxa de efetividades dos autores e relatores, o que permite ao analista realizar comparações fundamentais para compreender a trajetória dos projetos no Congresso.

O algoritmo utiliza dados e meta informações de todas as proposições legislativas de interesse que tramitaram na Câmara e no Senado a partir de 2001, totalizando mais de 67 mil proposições e 2,7 milhões de registros de movimentação, fornecendo uma visão geral do processo legislativo nas duas Casas Legislativas.

O Aprovômetro considera os seguintes tipos de proposições legislativas para o cálculo de aprovação: PEC, PL, PLS, PLP, PLC e PLV. Portanto, MPV, projetos de resolução, de decreto legislativo, indicações, requerimentos, mensagens, recursos etc, atualmente não são analisados diretamente pela ferramenta, mas deverão ser incluídos em atualizações futuras da ferramenta.


Sair da versão mobile