Liberdade de Expressão

liberdade de expressão

Pastor deve indenizar mulher por chamá-la de ‘infiel’ em culto

Para juíza, ato configurou abuso do direito de liberdade de expressão

Pastor e igreja devem indenizar mulher por chamá-la de 'infiel' em culto
Crédito: Unsplash

A juíza Vanessa Sfeir, da 4ª Vara Cível do foro de Santo Amaro, em São Paulo, condenou um pastor a indenizar uma mulher, no valor de R$ 10 mil, por tê-la chamado de “infiel” durante culto, que foi gravado e divulgado na internet. A igreja evangélica Assembleia de Deus Ministério do Belém também foi condenada a […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.