Inova&Ação

Falha técnica

Sistema de busca processual do STF trava com procura por grandes litigantes

Quando se busca por empresas como Petrobras e Bradesco ou por entes públicos, como a União, sistema sai do ar

STF
Crédito: Luiz Silveira/ Agência CNJ

Um advogado ou qualquer cidadão curioso que desejar fazer uma busca processual na mais alta Corte do país sobre grandes litigantes não conseguirá ser informado sobre as ações que lá tramitam.

Isto porque o sistema de busca processual do site do Supremo Tribunal Federal (STF) trava nos casos em que a parte buscada tiver muitos processos registrados no sistema.

Ao fazer a busca pelo nome da parte e procurar por empresas como Petrobras, Bradesco ou Itaú, ou então entes públicos como a União e a Secretaria de Fazenda de São Paulo, o sistema do Supremo encaminha para uma página em que se lê “500 – Internal server error”, o que indica erro no servidor. Em outros casos, simplesmente sai do ar.

Mensagem de erro no site do STF

O site atual do STF foi lançado em dezembro de 2017 e deu destaque especial ao campo de pesquisas, que passou a ser o primeiro item visto nos acessos ao portal.

O site antigo continua disponível. No site anterior, as buscam tendem a ser mais eficientes, mas ainda assim não é possível ver a lista de processos em buscas envolvendo a União e a Fazenda do Estado de São Paulo, por exemplo.

A falha foi informada pela reportagem do JOTA à assessoria do tribunal nesta terça-feira (8/1). O tribunal se manifestou por meio da seguinte nota:

“A Secretaria de Tecnologia da Informação do STF informa que desde que implantou uma remodelagem completa aplicada ao portal do Supremo Tribunal Federal em dezembro de 2017, a área de Tecnologia da Informação do STF vem realizando manutenções e ajustes pontuais necessários em vários de seus sistemas online, incluindo acessos a banco de dados.

As interfaces de acessos a essas extensas bases de dados também sofreram alterações, e em alguns casos – extremamente específicos e peculiares – podem apresentar problemas no momento da sua execução, que são tratados e solucionados com a maior brevidade possível.

São situações excepcionais, principalmente tomando por base o fato de que existem aproximadamente 80 serviços e 78.000 páginas no site no STF, que recebe 4 milhões e 800 mil acessos mensais, em média”.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito