Carreira

Carreira

Tribunal de Contas do RJ e Procuradoria-Geral do DF definem banca para concursos

Na capital federal, Cebraspe foi escolhido com dispensa de licitação e aguarda assinatura do contrato

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) foi escolhido como banca organizadora responsável pela próxima seleção para ingresso nos quadros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito na última quarta-feira (18/9) em sessão plenária da Corte.

“Solicitei à Secretaria-Geral de Administração a adoção das medidas administrativas necessárias para a contratação da referida banca, considerando as exigências legais aplicáveis”, declarou o conselheiro Rodrigo Nascimento, vice-presidente do TCE-RJ e presidente da Comissão Organizadora do Concurso Público.

Assim que forem cumpridas estas exigências, a previsão é que o edital de abertura seja publicado em até 15 dias úteis após a assinatura do contrato com a banca organizadora.

Em maio, o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro já havia aprovado o regulamento do concurso para provimento de cargos das carreiras do quadro de pessoal da Corte de Contas fluminense. 

O certame tem como objetivo o preenchimento de cargos vagos provenientes da adesão do Estado do Rio de Janeiro ao Regime de Recuperação Fiscal, nos termos da Lei Complementar nº 159/2017.

Serão ofertadas, inicialmente, um total de 40 vagas para a carreira de Analista de Controle Externo, a serem distribuídas nas seguintes áreas:

– Ciências Contábeis: 9 vagas
– Controle Externo: 16 vagas
– Direito: 8 vagas
– Tecnologia da Informação: 7 vagas

Poderão ser acrescidas às vagas existentes as que porventura surgirem durante a validade do concurso, uma vez observadas a dotação orçamentária, a reserva de vagas, a necessidade do serviço, bem como a conveniência e a oportunidade da Administração.

Para concorrer aos cargos é necessário que o candidato tenha concluído curso em nível superior específico, de acordo com a especialidade do cargo, com exceção da especialidade Controle Externo, em que se admitirá curso de nível superior em qualquer área de formação. Também serão exigidas a comprovação de, pelo menos, dois anos de prática profissional.

O concurso será composto pelas seguintes etapas: 

1ª ETAPA: Prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. 

2ª ETAPA: Prova discursiva, de caráter classificatório e eliminatório. 

3ª ETAPA: Avaliação de títulos, de caráter apenas classificatório.

A prova objetiva consistirá em duas partes:

I – Conhecimentos Básicos, relativos às disciplinas previstas no edital de abertura do concurso;

II – Conhecimentos Específicos, relativos às disciplinas previstas no edital de abertura do concurso.

A prova discursiva também consistirá em duas partes:

I – questões sobre as disciplinas relacionadas com conhecimentos básicos e específicos;

II – peça de natureza técnica sobre disciplina relacionada com conhecimentos específicos.

De acordo com informações prestadas pelo Portal da Transparência, referente ao mês de setembro de 2019, a remuneração inicial da carreira de Analista de Controle Externo é de R$ 13.708,81. Esse valor é constituído por R$ 7.410,17 de vencimento-base e R$ 6.298,64 referente a gratificação de controle externo.

Os servidores também dispõem de outros benefícios como, por exemplo, auxílio-educação no valor de R$ 1.174,00, auxílio-saúde de R$ 726,00, auxílio-locomoção de R$ 314,60, e auxílio-alimentação no valor de R$ 1.064,80. 

O último edital lançado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro ocorreu em 2012. Naquele momento foram ofertadas um total de 100 vagas, sendo 89 vagas para cargos de nível superior (Analista de Controle Externo) e 11 vagas para os cargos de nível médio.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, e avaliação de títulos.

Procuradoria-Geral do Distrito Federal

Foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal da última terça-feira (17/9) a informação de que o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é a banca organizadora escolhida para ser responsável pela próxima seleção da Procuradoria-Geral do DF.

A contratação da banca se deu por meio de dispensa de licitação. Agora, a próxima etapa é a assinatura do contrato com a banca.

De acordo com informações repassadas pela Secretaria de Estado e Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal, estão confirmadas a oferta inicial de 100 vagas para carreiras de nível médio e nível superior de formação.

Desse total de vagas, 43 serão destinadas aos cargos de Técnico Jurídico, de nível médio, e 57 vagas para Analista Jurídico, de nível superior.

A remuneração inicial é de R$ 4.720,00 para Técnico Jurídico, podendo chegar a R$ 5.873,33, e R$ 7.320,00 para o cargo de Analista Jurídico, podendo chegar até R$ 9.410,00.

O último edital lançado pela Procuradoria-Geral do Distrito Federal ocorreu em 2010, tendo o Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) como banca organizadora responsável pelo certame.

Na época foram ofertadas um total de 69 vagas para as carreiras de Técnico Jurídico e Analista Jurídico.

Confira os principais concursos da semana

Período das Inscrições: de 22 de novembro até 19 de dezembro de 2019

Vagas: 40 + 80 CR 

Remuneração: R$ 14.970,00

Prova Objetiva: 02 de fevereiro de 2020

Organizadora: Cebraspe

Período das Inscrições: até 11 de outubro de 2019

Vagas: 50 

Remuneração: R$ 30.404,42

Prova Objetiva: 24 de novembro de 2019

Organizadora: Gestão de Concursos da Fundep

Período das Inscrições: até 25 de outubro de 2019

Vagas: 50 

Remuneração: R$ 30.404,42

Prova Objetiva: 15 de dezembro de 2019

Organizadora: Vunesp


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito